Polícia Civil faz parceria com Prefeituras do Cone-Sul

O objetivo principal é formar uma parceria consistente entre Município e Polícia Civil com a finalidade de ampliar a fiscalização e o combate à criminalidade.

Representando a Polícia Civil estavam o Delegado de Polícia ANDERSON FERNANDES MELO (Gerente Administrativo e Financeiro da Polícia Civil), o Escrivão EDUARDO AREIAS LOUZADA NEVES (Chefe das Seções de Cadastro e Fiscalização do FUNRESPOL no Interior do Estado), HERALDO VIANA (Coordenador do FUNRESPOL) e WILSON TABALIPA (Agente de Polícia e Vereador de Vilhena), os quais se reuniram no gabinete do prefeito Eduardo Japonês com os demais prefeitos do Cone Sul para firmarem uma parceria entre as administrações do Cone Sul e a PC. O delegado Anderson Fernandes e o escrivão Eduardo Areias, apresentaram os benefícios da parceria.

A proposta é tornar o alvará da Policia Civil requisito obrigatório para que a Prefeitura possa emitir o alvará de funcionamento do estabelecimento. A parceria permitirá uma maior fiscalização destes estabelecimentos comerciais e o fator principal é a troca de informações entre Polícia Civil e Prefeitura. O intuito é coibir o funcionamento de estabelecimentos que são utilizados para prática de crimes, tais como: Venda de Bebida Alcoólica a Menores, Favorecimento a Prostituição, Receptação, dentre outros.

Os benefícios para o município são o aumento da arrecadação, a regularização dos estabelecimentos comerciais, a redução da criminalidade e aumento da segurança nestes locais.

“O projeto não tem ônus para os municípios e quem é o maior beneficiário é a população, pois qualquer município deseja ter instalado empresas que geram emprego e renda e não que fomente o crime. Os recursos recebidos irão subsidiar melhorias para o setor de investigação da Polícia Civil”, afirma Eduardo Areias.

As prefeituras de Vilhena, Cerejeiras, Colorado do Oeste, Pimenteiras do Oeste, Corumbiara e Cabixi já demonstraram interesse e receberão orientações da Polícia Civil nos próximos dias para desenvolvimento dos projetos de lei para que sejam enviados às respectivas Câmaras de vereadores.

“Pra gente é muito favorável essa parceria, além de não ter gastos ainda vamos melhorar a segurança do município, trazendo mais qualidade de vida para população", pontou o  prefeito, Eduardo Japonês.

APLICAÇÃO DOS RECURSOS - Os recursos arrecadados com a implantação da medida serão utilizados na compra de equipamentos de informática, armamentos, veículos, coletes e outros bens que possam melhorar o trabalho realizado no combate a criminalidade.